terça-feira, 29 de março de 2011

A esperança...

Dança na corda bamba 
De sombrinha
E em cada passo 
Dessa linha
Pode se machucar...

Azar!
A esperança equilibrista
Sabe que o show
De todo artista
Tem que continuar...

Hoje é dia de desabafo... Tô aqui numa tristeza sem fim... Como diz o "quem sou eu" aqui do lado, sou advogada e concurseira, há três anos. Na metade de 2010, enfim consegui passar em um grande concurso, daqueles que todo mundo sonha. Fiz curso de formação em outubro e aguardava a nomeação em janeiro, pois a lei não permite nomear em período eleitoral. Dilma ganhou as eleições e achamos que tudo estava certo então (juro que não votei nela por isso!). Cheguei a ir a Brasília para uma reunião - sou da comissão de aprovados - em que foi anunciada a nomeação para 14/01 e posse em 04/02. Era só alegria!

Mas desde então temos vivido um verdadeiro calvário... O cronograma mudou, e depois foi cancelado. Foram três meses de angústia, mas, acima de tudo, muita esperança. Afinal de contas, estou ingressando em uma carreira forte, com prestígio junto à ilustríssima senhora presidenta, certo? Errado. Hoje descobri que ela está cagando pra gente - perdoem-me o termo.

Em nova reunião, fomos informados que só haverá nomeações em julho, por conta do corte orçamentário, e que eu, provavelmente, sequer entrarei nesta leva! Mesmo existindo hoje mais vagas que aprovados... Há uma chance remota de que o número de nomeados aumente, mas prefiro nem contar com isso... Só que é lógico que, no fundo, no fundo, fica sempre aquela esperançazinha, só pra me azucrinar as ideias...

E o que isso tem a ver com o casório?!?? TUDO!!! Marcamos a data por ser nosso aniversário de namoro e porque eu já teria um ano de serviço, ou seja, férias pra lua-de-mel! Pensamos em tudo, inclusive nos gastos, considerando o tanto que eu conseguiria economizar por mês e que faria uma diferença considerável no nosso orçamento! Pedi demissão em dezembro, para cumprir o aviso prévio, acreditando nas promessas para janeiro, e agora estou desempregada! Enfim, minha vida simplesmente virou de cabeça pra baixo!!!

Sei que posso contar com meus pais na questão financeira, mas é óbvio que não quero que eles arquem praticamente sozinhos com todos os gastos absurdos que um casamento exige! Sinceramente, não sei o que fazer... Preciso repensar minha vida, dar a ela um rumo, mas não sei nem por onde começar... Só sei que preciso pensar nisso rápido...

E o pior de tudo é ainda ter que lidar com 300 pessoas tão ou mais frustradas que você, cada um com seus problemas e suas particularidades, e ser porta-voz dessas tristes notícias... Sabe Deus como consegui manter a cabeça fria pra fazer isso hoje...

Mas, como diz a música... vamos em frente, porque o show tem que continuar!

7 comentários:

Beatriz Amaral disse...

puxa Tati, que grande sacanagem! você passou, foi a reuniões, acreditou, saiu do seu emprego e agora vem essa notícia de se acontecer é só no meio do ano?! caramba, consideração zero!

não se deixe abater... já pensou nas possibilidades que você tem? tipo arrumar outro emprego, fazer um outro concurso... nessas horas é bom convocar uma reunião de família para cada um expor uma idéia do que fazer. porque quando ficamos frustradas é ainda mais difícil clarear a mente e pensar qual novo caminho tomar!

erga a cabeça e boa sorte!
beijos!

Juju e Beto disse...

Poxa Tati...
Entendo o que vc está passando e sei que essas coisas geram muita expectativa na gente... Dá uma ansiedade danada, né? Ver que seus planos não vão sair como o planejado.
Mas normalmente é assim mesmo... E pode parecer o mais clichê possível, mas acho que é uma verdade incontestável: Tudo na nossa vida acontece na hora que tem que acontecer... Na hora podemos até ficar frustados, mas com o passar do tempo a gente entende pq passou por aquilo.
Estou na torcida!
Bjs!

Helen Harris disse...

Ai Tati, que chato!!! A burocracia brasileira é uma desorganização só, né?! Não dá para levar a sério, até porque, o governo não age com seriedade nem respeita o cidadão, né?! Muito frustrante mesmo.
Vou torcer para que tudo dê certo contigo.
Beijinhos!

Mello d'Almeida disse...

Tati,

tudo na vida passa, até uva passa... rs..

perdoe-me pela brincadeira, mas o q q eu posso t falar nesse momento a n ser pra vc prosseguir firme na luta aí q daqui há um ano vc n mais se lembrará d todos os infortúnios vividos em virtude do descaso do MPOG... Nada acontece em nossa vida por acaso... talvez seja um estímulo pra vc estudar pro MPF, talvez uma chance d soltarmos o leme e o entregarmos a Deus... enfim, é isto... bola pra frente... manda um abraço pro Felipe...

bj

Luciana Rômulo disse...

Tati,

Finalmente, com a ajuda do nosso querido Thiago, me tornei blogueira!! Parabéns, o seu blog está show!!

Não se abata, você é brilhante e sabe disso. O que tiver que ser vai ser.

Beijos da amiga que muito te admira,
Lu.

Tatiana K Wolff disse...

Muito obrigada, meninas e menino! rs

Estou melhor agora, embora ainda não totalmente decidida sobre o que fazer! Mas vamos que vamos, que a vida não espera não!

Bjs!

Tatiane Dias disse...

Nossa.... eu também su noiva e concurseira... Imagino o que esteja sentindo.